quarta-feira, 30 de maio de 2007

Montando sistemas de arquivos remotos via ssh

É possível montar sistemas de arquivos em máquinas remotas utilizando o programa sshfs que usa o FUSE (userspace filesystem framework for Linux).

1. Instalar o sshfs
sudo apt-get install sshfs

2. Carregue o FUSE (Este passo pode não ser necessário)
sudo modprobe fuse

3. Coloque o seu usuário no grupo 'fuse'
sudo adduser fuse

observe que o comando 'groups' deve indicar o grupo fuse, caso contrário faça logout e login
4. Crie o diretório onde o sshfs será montado
mkdir /media/sshfs
chmod 777 /media/sshfs/

5. Depois para montar
sshfs user@server:/home/user /media/sshfs/

segunda-feira, 28 de maio de 2007

Mudando automaticamente os papéis de parede no gnome

Uma configuração de área de trabalho que existe no KDE mas não no GNOME é a seguinte: podemos definir uma coleção de papéis de parede e configurar o desktop para mudar automaticamente de tanto em tanto tempo, dentro das imagens da coleção.

Através deste script, podemos replicar este comportamento no GNOME. Fazemos uso do comando gconftool-2. Entre as (muitas) coisas que ele é capaz de fazer, está mudar o papel de parede por linha de comando.

Definimos um diretório para guardar as várias imagens de papel de parede. No exemplo abaixo, usamos o subdiretório "wallpapers" embaixo do home de cada usuário. O script embutido na linguagem AWK recupera um item aleatório desse diretório, e o resultado é passado para o gconftool-2.

O script toma o cuidado de "matar" quaisquer instâncias anteriores dele próprio que estejam ativas, e pode ser desativado sendo chamado com o parâmetro "-k".

O código é mostrado abaixo:

#!/bin/sh
#Versão modificada
# wpcycle.sh - gira papeis de parede no GNOME 2.x
#

WPCINTERVAL=60
WPDIR=~/Imagens/wallpapers

THISPROG=`basename $0`
THISUID=`id -u`

if [ 0$THISUID -eq 0 ]
then
exit 0
fi
kill `/sbin/pidof -x -o $$ $THISPROG` >/dev/null 2>&1

if [ "$1" = "-k" ]
then
kill `ps ax | grep "sleep $WPCINTERVAL$" | awk '{print $1}'` >/dev/null 2>&1
exit 0
fi

cd $WPDIR

while [ 1 ]
do
WPFILE=`find $WPDIR -name \*.jpg -print| awk '
BEGIN {
nfiles = 0;
}

{
wplist[nfiles++] = $0;
}

END {
srand();
print wplist[int(nfiles * rand())];
}'`

gconftool-2 --type string -s /desktop/gnome/background/picture_filename "$WPFILE"
LANG=en sleep $WPCINTERVAL
done


Para ativá-lo por padrão:
  • Mude as permissões para permitir execução:
chmod a+x wpcycle.sh
  • Copie o script para um diretório com acesso para todos os usuários (/usr/local/bin por exemplo)
  • No menu do GNOME, entre em Preferências -> Sessões (ou Preferências -> Mais Preferências -> Sessões).
  • Na aba "Programas Iniciais", adicione uma chamada para o wpcycle.sh.
  • Ajuste o intervalo de troca a seu bel prazer.
  • Eu uso 60 segundos. Os números "quebrados" são para facilitar a busca por outros processos que estejam rodando. Por exemplo, para 10 minutos você poderia usar 600.093.
  • Popule o diretório ~/wallpapers com os seus wallpapers preferidos.
  • Dê logout e login no GNOME e divirta-se!
Eu fiz algumas alterações na versão original.

O script original é encontrado em: http://listas.cipsga.org.br/pipermail/linux-sbo/2005-February/000511.html Por: Juan Carlos Castro y Castro

Restaurar GRUB

Para máquinas que possuem um sistema Linux em simultâneo com um Microsoft Windows, é comum perder-se o gestor de arranque (GRUB, LILO, etc.) devido a reinstalações do Windows. Normalmente estes gestores de arranque encontram-se na MBR (Master Boot Record) do disco principal (Master). Ao se reinstalar um Microsoft Windows, este limpa a MBR no seu processo de instalação, pelo que o gestor de arranque é perdido. Para podermos voltar a escolher qual o sistema no qual queremos trabalhar, basta realizar os seguintes passos:

1. - Arrancar a partir do CD de instalação do Linux Caixa Mágica.
2. - Entrar em modo de "recupera".
3. - Realizar login como "root".
4. - Executar o comando

fdisk -l


para vermos que partições temos.
5. - Aqui há duas hipóteses:
1. - Não temos partição "/boot":
Montamos a partição "/" com o comando

mount -t ext3 /dev/hda /mnt/disco


Executamos o comando

grub-install --root-directory=/mnt/disco /dev/hda

2. - Temos partição "/boot":
Montamos a partição "/boot" com o comando

mount -t ext3 /dev/hda /mnt/disco


Executamos o comando

grub-install --root-directory=/mnt/disco /dev/hda


6. - Reiniciamos o computador

P.S.: Condiderou-se que o computador apenas tem um disco. Caso tenha mais do que um, a última letra descritiva da partição (/dev/hda) poderá variar.

-- Main.jogora - 21 Sep 2005

Fonte:http://contribdoc.caixamagica.pt/twiki/bin/view/Main/RecuperaroGRUB?skin=plain

sexta-feira, 25 de maio de 2007

Lançado o BRisa 0.4.2 um Framework Multimedia UPnP em python para Linux

O projeto BRisa disponibiliza um framework UPnP, escrito em Python,
implementa a especificação UPnP de Áudio e Vídeo (UPnP Forum -
http://www.upnp.org/) e tem como principal foco a plataforma Maemo
(http://www.maemo.org/).
A aplicação é totalmente compatível com Linux, uma vez que o
sistema operacional para a plataforma citada também é Linux. Através
do BRisa Media Server um usuário pode compartilhar e também buscar
conteúdos multimídia que estão sendo compartilhados por outros
dispositivos UPnP. Já o BRisa Media Renderer permite que o dispositivo
reproduza, através de streamming, os arquivos que estão sendo
compartilhados pelos diversos Media Servers presentes na rede. Além
disso, o framework disponibiliza uma arquitetura de plugins que
permite adicionar novos serviços, tais como compartilhamento de albuns
armazenados no website FlickR (http://www.flickr.com/) e escutar as
estações de rádio disponibilizadas pelo website SHOUTcast
(http://www.shoutcast.com/). Esta release trás diversas melhorias do
BRisa Media Server e corrige diversos bugs do Media Renderer.
A instalação do BRisa pode ser feita automaticamente através do
endereço http://maemo.org/downloads/multimedia/ (buscar por brisa e
clicar em install).
O site do projeto, onde qualquer usuário pode baixar o código
fonte (sob a licença MIT),
pode ser acessado através do endereço
http://garage.maemo.org/projects/brisa. Estamos atualmente trabalhando
na versão 0.5, que disponibilizará uma API UPnP que permitirá seus
usuários implementarem Control Points UPnP personalizados. Para quem
não está familiarizado com o padrão UPnP, o site do UPnP Forum oferece
diversos documentos relacionados.
O projeto BRisa está sendo desenvolvido através de uma parceria
entre o Laboratório de Sistemas Embarcados e Computação Pervasiva da
Universidade Federal de Campina Grande (http://embedded.ufcg.edu.br/ e
o Instituto Nokia de Tecnologia de Recife (http://www.indt.org.br/).

Obrigado pela atenção e qualquer dúvida pode me enviar um e-mail.

30 Anos de Star Wars

Hoje estamos comemorando os 30 anos de Star Wars. Nesta data comemorativa resolvi colocar este especial criado a partir de cenas de toda a saga.

Espero que gostem.








quinta-feira, 17 de maio de 2007

Alterando a caixa dos nomes de todos os arquivos de um diretório

Para renomear para caxa baixa:
rename 'y/A-Z/a-z/' *
De maneira recursiva:
find ./ -type f -exec rename 'y/A-Z/a-z/' {} \;
Para caixa alta basta apenas inverter os parâmetros:
rename 'y/a-z/A-Z/' *
Ou de forma recursiva:
find ./ -type f -exec rename 'y/a-z/A-Z/' {} \;
Fonte: http://webxadmin.free.fr/article/shell-rename-all-files-in-subdirectories-to-lowe-135.php

Convertendo uma imagem NGR para ISO

Convertendo uma imagem NGR para ISO:
$ dd if=imagem.nrg of=imagem.iso bs=512 skip=600
Com esse comando você converte um arquivo imagem.ngr para o arquivo imagem.iso.

Para montar uma imagem NGR:
$ mount -t iso9660 -o loop,offset=307200 myNeroImage.ngr /mnt/myISOmountDir
Isso irá montar a imagem myNeroImage.ngr na pasta /mnt/myISOmountDir

Fontes: http://www.vivaolinux.com.br/dicas/verDica.php?codigo=4585#
http://wiki.linuxquestions.org/wiki/Nero_CD_image

sexta-feira, 11 de maio de 2007

Contribuições na Wikipédia

A Wikipédia é uma enciclopédia online livre, onde qualquer pessoa pode fazer alterações e contribuições.

Resolvi então fazer algumas contribuições, segue abaixo uma lista de artigos criados ou alterados por mim. Basicamente fiz contribuições em artigos sobre as cidades de Pedra Lavrada e João Pessoa, além do bairro de Mangabeira.
A muito tempo atrás eu também adicionei nas informações sobre a música "Fly me to the moon" de que ela é a música tema de um anime que eu gosto muito (Neo Genesis Evangelion), mas isso já faz muito tempo mesmo ;)

Para contribuir é simples basta apenas se cadastrar neste link http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Especial:Userlogin&type=signup

domingo, 6 de maio de 2007

Pidgin 2.0

Essa sexta feira dia 5 de maio saiu a nova versão do meu programa de mensagens instantâneas preferido o ex-gaim agora chamado de Pidgin. Com ele você pode conectar-se a vários protocolos simultaneamente em várias contas. É possível entrar nos canais de IRC (quem se lembra do mirc? Eu ainda uso muito), adicionar amigos do msn (eu mesmo tenho duas contas uma para cada fim), usar as contas do Google para bate-papo (Eu falo com meus amigos do orkut e entro nos bate-papos do jabber.org) e ainda muitos outros protocolos como: Sametime, XMPP(jabber, Gtalk, Gizmo, uol messenger), Yahoo!, Zephyr , IRC, MSN, QQSILC, SIMPLE e Sametime.

Você pode baixa-lo aqui

Para configurar sua conta do google talk veja aqui
Para entrar nas salas do conference.jabber.org veja aqui